08/03/2017

continuando!!


Omeu casamento foi uma serimonia simples
Eu não gostava de muitas pessoas aglomerada
Como todas as moças eu queria uma festa porém
Com poucos convidados apenas a família e alguns amigos mas próximo
E aí comesçou o primeiro desentendimento com o meu então noivo ele tem uma família enorme e queria convidar todo mundo fora os amigos,  mas com tudo isso era noivado ainda ele cedeu e fizemos uma festa pacata ficou mas fácil também já que eu quase não tinha família e amigos pra convidar os meus amig irmãoos deveria ser uns três e familiares eram minha irman  o meu irmão minha mãe e o meu padrasto e uma única tia  até as filhas dela que morava aqui em SP não foram no meu casamento passado o casamento fomos pra uma chamará no interior do estado que é do irmão do meu marido não vou entrar em detalhes porque passei muita raiva lá
Já que os meus sete cunhados foram passar lua de mel conosco,  voltamos em menos de três dias que estávamos lá
E dois meses depois descobrir que estava grávida,  pior notícias eu tinha muito medo de ter um filho não pelo parto mas pelas coisas que passei por medo de trazer alguém ao mundo e sofrer como eu sofri fiquei tão sem chão que só ficava em casa trancada comendo engordei 30 kl eu tinha 51 kl fiquei uma bola pior que eu estava me sentindo um lixo horrível mas não me controlava e terminei a gravidez com 80 kl tive um parto muito difícil peguei uma doença creio eu que no banheiro do posto de saúde e me senti humilhada quando a médica me falou com um tom que parecia que ela estava me chamando de puta, me internaram pra indução de parto porque já estava no tempo do bebê nascer e eu não tinha dilatação e eu fiquei lá sozinha como um animal abandonado de duas em duas horas tinha que por aquele comprimido na vagina e fazer toque e as dores comesaram vir e eu passei dezoito horas naquele sofrimento e minha filha nasceu,  foi pra um quarto no hospital lá me trataram muito bem era 1:44hs da manhã eu dormi com minha filha nos braços (melhor sensação do mundo)  e no outro dia 8:30 hs o meu marido chegou e minha mãe dei banho na minha filha pus roupinhas era a coisa mas linda,  mas tarde vieram as infermeiras pra fazer exames, recolheram o material estava contando os minutos pra ir pra minha casa, no outro dia pela manhã chega o médico e me fala que a minha filha estava icterícia um tipo de amarelinho que dar no bebê por ingerir o líquido na hora do nascimento,  ele disse que iria trazer o bercinho com as luzes que ela tinha que ficar para o quarto porém se o sangue dela não limpasse ela teria que ficar internada nossa eu fiquei enlouquecida e fiquei ainda mas três dias no hospital fora os dois que tem que ficar quando tem parto normal mas não adiantou o sangue dela não limpou e surgiu vaga no berçário aí não teve geito me deram alta e eu tive que ir embora sem a minha filha,  sai desesperada do hospital já eram aproximadamente. Dez horas da noite e eu coloquei a minha filha no bercinho todo cheio de luzes azul peladinha só de fraldas e óculos pra não prejudicar a visão dela e fui pra casa passei a noite acordada só esperando amanhecer pra voltar e logo ao amanhecer eu voltei e foi assim todos os dias eu não queria que ela ficasse sem o meu leite e também não conseguia ficar longe dela, ela ficou lá por mas uma semana sem mim e numa sexta feira ela teve alta eu arrumei ela coloquei faixinha na cabecinha careca. Ela ficou muito linda e fomos praias eu ficava babando toda hora e com três meses depois o meu marido inventou de arrendar uma padaria aí eu passei a deixar minha folhinha com a minha mãe pra ajudar o marido mas eu não confiava totalmente eu não dava sossego toda hora eu ligava falando pra mãe levar ela pra mama e eu nem trabalhava direito nem cuidava da minha filha direito e tinha muita vergonha de contar pro meu marido porque eu não confiava a na minha  mãe...

Continua

Nenhum comentário:

Postar um comentário

não saia sem comentar, sera uma honra ler o que pença arespeito deste blog!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

que encontrar?